6 de março de 2010

PANICULITE MESENTÉRICA

Paciente do sexo feminino queixando-se de or abdominal mal definida há cerca de três meses.



Tomografia, plano axial, onde individualizamos adensamento da gordura mesentérica na presená de linfonodos mesentéricos com dimensões limítrofes. Observe o adensamento da gordura adjacente aos vasos e aos linfonodos mesentéricos com fino halo de gordura preservada entre a estrutura e o adensamento, caracterizando o "sinal do halo" (setas). Sinal associado a patologia descrita.



Tomografia, plano coronal com melhor caracterização dos sinal descrito anteriormente.



Plano sagital com adensamento da gordura mesentérica. Vê-se também, uma variação anatômica da origem da artéria mesentérica superior que origina-se conjuntamente com o tronco celíaco (Tronco Celíaco-Mesntérico).

Paniculite mesentérica, também chamada de Mesenterite Fibrosante Crônica, é uma patologia rara de etiologia desconhecida caracterizada por alterações fibrogordurosas do mesentério do intestino delgado. Apresenta associação com inúmeras patologias, dentre elas: Síndrome de Gardner (polipose familiar, Fibrose Retroperitoneal, Linfoma, Tumor Carcinóide, Metástases Gástrica e Colônica, Lipodistrofia de Whipple, Isquemia, Trauma, Cirurgia Prévia...

22 comentários:

  1. Fui no medico com estas dores - fiz uma ultra e o medico disse (oque fez a ultra) que era apedigite - mostrei pro medico do plantao e ele disse que a minha dor é de origem ginecologica - sendo que fui na ginecologista e ela disse que não - que medico tenho que ir afinal - to com estas dores abdminais fazem uma semana!Estou com muito medo!!!!

    Email katherine_oliveira@hotmail.com

    ResponderExcluir
  2. O nome que deu na utra é apendagite!!!

    ResponderExcluir
  3. olá Katherine,

    Apendagite é uma doença cujo tratamento em geral é conservador, isto é, não precisa operar. Por outro lado, processos inflamatórios pélvico-ginecológicos podem simular apendagite, apendicite e outras afecções absominais.

    Se você continua com a dor, você deve ir em busca de um cirurgião (talvez em algum serviço de emergência), para que ele analise seus exames e sua evolução. Cirurgiões tem muita experiência em "dor abdominal". Outra opção é procurar um gastroenetrologista para avaliar sua dor abdominal.

    Para saber o que vc tem de verdade é preciso combinar o resultado dos exames de laboratório e de imagem, evolução clínica achados do exame físico.

    Essa dúvida entre processos de origem ginecológica e intestinal é muito frequente num serviço de emeregência.

    abraço

    Dr.Marcio Duarte

    ResponderExcluir
  4. Katherine,

    Apendagite e inflamçaõ ginecológica se trata. Fica tranquila, ok?

    Dr. Marcio Duarte

    ResponderExcluir
  5. Boa noite.
    Fiz uma cirugia de intestino em dezembro uma retossigmoide(retirei 0,20cm do intestino e o sigmoide)causado por uma endometriose, desde entao ainda nao consigo evacuar,fiz varios exames colonoscopia e a retro tambem nao deu nada, o medico pediu uma tomografia o resultado do laudo deu " sinais de discreta paniculite mesenterica caracterizada por densificaçao da gordura associado a linfonodos aumento em numero na raiz do meso a esquerda" isso pode ocasionar dores abdominais, mau-estar e dificuldade para evacuar ? pode ser grave? Fico aguardando uma contato por favor . Grata Paula.
    e-mail: paulabeirario@hotmail.com

    ResponderExcluir
  6. Boa noite. Tive uma crise de asma muito forte e contínua. Busquei o P.A do Einstein. Após fazer exame de ressonância com contraste, para verificar embolia, acusou leve paniculite mesentérica e, ainda, gordura no fígado. Ao abaixar, sinto uma pressão que sobe do abdomem ao peito, se encaminhando pelo lado do coracao, causando falta de ar. Este diagnóstico é perigoso? Trata-se de alguma alteração cancerígena? Qual relação da dor e pressão com a falta de ar? Como e prq fui sorteado com tal moléstia? Estou com medo. Obrigado.

    ResponderExcluir
  7. Tenho dermatopolimiosite e a uns 25 dias sinto dores abdominais e dores intensas pelo corpo. Fiz uma eco que deu ""ectadia do seio renal direito" fui no urologista e fiz uma tumografia que deu "sianis de paniculite mesentérica", me deram tropinol e me mandaram pra casa....

    as dores estão intensas....qual especialista devo ir....por favor preciso de ajuda....

    ResponderExcluir
  8. fiz uma tomografia pois tenho nodulos na nas supra-renais medindo 2,6 x 2,5 á direita e 1,8 x 1,4 á esquerda, apareceu tabem discreta infiltração da gordura da raiz do mesenterio, sugestiva de paniculite, o que fazer?

    ResponderExcluir
  9. ja faço acompanhamento no endocrinologista do HUAP em NITERÓI

    ResponderExcluir
  10. Bom dia!
    sinto dores abdominais há mais de três anos,acompanhado de quadros diarreicos,fiz todos os testes para cer se era intolerância ao glutem,leite e outros.Todos deram negativos para intolerância.Fui submetido a uma tomografia computadorizada,foi diagnósticada a paniculite mesenterica e linfonodomegalia,sou portador de uma valvula de derivação peritonial.Isso pode ter alguma relação com meu caso clinico?
    Que profissional devo procurar para tentar resolver meu caso?

    ResponderExcluir
  11. Caro Allan,

    Paniculite mesentérica é um diagnóstico pouco específico e em alguns casos sem significado patológico definido. Sugiro procurar um gastroenterologista para melhor avaliação.

    ResponderExcluir
  12. Há 4 meses senti dores abdominais com calafrios e febre e leucócitos 25 mil. Fiz uma cirurgia de apendicite, mas o apêndice não apresentava grande alteração. Fui liberada e voltei para casa, continuei passando mal, com dores abdominais, febre baixa, diarreias e falta de apetite. Um mês depois fiz uma tomografia que acusou extensa trombose de veia porta e mesentérica superior. Fiz tratamento com anticoagulante oral e houve recanalização da porta. Instável, continuei com diarreias infrequentes, porem persistentes. Há 15 dias parei de me alimentar, evacuei com sangue algumas vezes, estou com diarreia e sinto fortes dores nas costas, bem altas, parece na altura do rim direito, onde há um cálculo de 1 cm. Fiz colonoscopia e não acusou nada importante, foi retirado 1 pólipo para biópsia. Porém hj, lendo a minha primeira TC feita há 3 meses encontrei o relato de paniculite mesentérica com presença de linfonodos q pode ser o motivo de tudo o que se deu comigo e ng reparou nesse fato. Estou com medo, pois já perdi 13 Kg, tenho dificuldades p me alimentar e diarreia frequente, às vezes c sangue e que tem estado ativa nos últimos 15 dias. Como é feito o tratamento? Estou com medo... Meu email: alinecambuci@gmail.com

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. eu tenho ressonancia de paniculite mesetérica, defeco com dificuldade,constipada ,tenho gastrite, hérnia de hiato, refluxo, síndrome do intestino irritavel e pedra nos rins, ja fiz histerectomia, tirei a visicula e tenho tido dores no abdomem intensas, mas de vez em quando, e voce aline com quem se tratou, como voce esta? espero que esteje melhor gostaria tb. de ajuda,

      Excluir
    2. oi anonimo gostaria de saber como vc esta pois descobri que tenho paniculite ja faz dois meses e sinto muitas colicas ainda

      Excluir
  13. Bom Dia
    tenho dores abdominais a 5 anos iniciou na minha primeira gestação desde então comecei a investigar, fiz duas cirurgia de endometriose e a dor sempre persistindo até que fiz um tomografia com diagnóstico de travas densas e micronodulares difusa associada a pequenos nódulos de até 1 cm( ectasia vascular, linfonodo) na raiz do mesentério devido a paniculite mesentérica, percorir alguns médico e nenhum acreditou no diagnóstico, até achar um gastro que finalmente irá me tratar com corticoide e tamoxifeno. gostaria de saber se esse tratamento é o correto e qual o prognostico dessa doença? obrigada Tatiane

    ResponderExcluir
  14. tenho linfonodos mesontericos junto a raiz do mensoterio inferior 1,o cm na cadeia ileocecal com 1,o cm,mais alguns diverticulos nos colons descedente e segmoide.o que isso tudo significa,porque tenho crises vomito,diarreia com muita frequencia,o que fazer para ter qualidade de vida,ja estou com 57 anos sou sexo feminio

    ResponderExcluir
  15. Em relação às causas da mesenterite, gostaria de saber se essa doença pode ser provocada por algum tipo de intoxicação? Caso afirmativo, favor esclarecer. Lanz

    ResponderExcluir
  16. Ainda sobre a hipótese acima (relação mesenterite e intoxicação), caso alguém conheça algum trabalho científico sobre o tema, favor passar a referência de como localizá-lo e autor(es). Desde já, obrigado! Lanz

    ResponderExcluir
  17. Tenho 75 anos, uma grande massa palpável no abdômen, a qual faz compressão e me faz inchar muito as pernas. Diagnosticaram mesenterite fibrosante. Em Portugal não há experiência.

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Presumem que seja pois tenho um espessamento no mesenterite e a biopsia identificou lipomas. Algum médico tem experiência com situações idênticas? Alguém já teve? Foi tratado com quê?

      Excluir