8 de agosto de 2011

TROMBOSE VENOSA CEREBRAL

A trombose venosa cerebral (TVC) é uma causa elusiva, muitas vezes sub-diagnosticada de deterioração neurológica aguda. É uma condição de alta mortalidade (49%).

Pode originar-se de doenças infecciosas ou não-infecciosas. Causas infecciosas ocorrem principalmente em crianças e incluem: mastoidite, empiema subdural e epidural, encefalite, abscesso, celulite de face ou couro cabeludo e septicemia. Causas não-infecciosas são mais comuns em adultos e incluem: trauma (fratura através da parede dos seios paranasais, cirurgia, etc.), compressão tumoral (meningioma, leucemia), estados de hipofluxo sanguíneo (desidratação, choque, ICC) ou de hipercoagulabilidade (policitemia vera, doença falciforme, CIVD, contraceptivos e gravidez). Entretanto, até 25% dos casos são idiopáticos.

A apresentação mais comum é a cefaléia (75%). Déficits neurológicos focais (motor ou sensorial), disfasia, convulsões e distúrbios de consciência ocorrem em 50-75% dos casos, enquanto que papiledema é menos freqüente (12 -43%).

O modo de início dos sintomas é variável. Início agudo é mais freqüente em casos secundários a infecções ou complicações obstétricas, com sinais neurológicos focais associados, enquanto que início crônicao é mais freqüente em doenças inflamatórias, nos casos idiopáticos, ou na ausência de sinais neurológicos focais.

O seio sagital superior (SSS) é o seio mais comumente acometido, seguido pelos seios transverso, sigmóide e cavernoso.Oclusão de veias corticais geralmente ocorre associada a trombose de seio dural associado, e é rara em sua ausência. Trombose da veia cerebral interna (VCI) é um evento menos comum, mas clinicamente devastador. Coágulos na VCI podem se estender e envolver a veia de Galeno ou o seio reto e pode provocar infartos bilaterais na substância cinzenta profunda dos núcleos da base e no mesencéfalo superior.

Hemorragia intracraniana secundária pode ocorrer como conseqüência do aumento da pressão venosa capilar.

A detecção precoce é extremamente importante para diminuir a morbimortalidade. Fatores classicamente considerado como indicador de mau prognóstico são a taxa de evolução de trombose, a presença de coma, a idade dos pacientes (com uma alta taxa de mortalidade em crianças e idosos), a presença de sintomas focal, e a presença de infarto hemorrágico.

Tratamento da trombose do seio é baseado em uma combinação individualizada de medicamentos sintomáticos (anticonvulsivantes, antibióticos, anti-hipertensivos e medicações para reduzir a pressão intracraniana) e antitrombóticos. O tratamento do processo trombótico é controverso, devido aos riscos de sangramento com o uso de anticoagulantes. Trombectomia cirúrgica pode ser prejudicial em um cérebro edemaciado ou com áreas hemorrágicas. O uso de trombolíticos também é controverso, pelo risco de sangramento, embora alguns acreditam que eles pode promover recanalização.

Achados de imagem:

TC: Os sinais do "delta" ou do "triângulo vazio" se relacionam com a aparência de uma área de baixa atenuação dentro do seio rodeado de sangue. O sinal do "cordão" refere-se a veias corticais trombosadas vistas como áreas lineares de alta densidade. Trombose aguda de um seio grande é visto como uma área de alta atenuação em um exame sem contraste.

RM: Os resultados variam com a idade do coágulo. Trombo agudo é isointenso ao córtex nas imagens ponderadas em T1 e hipointensa (desoxihemoglobina) em T2, que pode ser confundido com ”flow void”. Na fase subaguda precoce o coágulo é hiperintenso em T1 e hipointenso em T2. Na subaguda tardia, são hiperintensos em todas as seqüências de pulso.

AngioRM: Presença ou ausência de fluxo.

Fabrizio Ney Silva Oliveira


Tomografia sem contraste plano axial, seio sagital superior hiperdenso.


Tomografia com contraste plano axial, falha de enchimento no seio transverso direito.


Tomografia com contraste plano axial, falha de enchimento triangular na projeção do seio sagital superior (Delta Vazio).


RM plano axial, imagem pesada em T2, sinal iso / hipointenso na projeção do seio transverso direito.


Axial, T1, pós-contraste evidenciando falha de enchimento na projeção da confluência dos seios


Axial, T1, pós-contraste evidenciando falha de enchimento na projeção do seio transverso direito.


Sagital, Gradiente, pós-contraste evidenciando falhas de enchimento na projeção dos seios venosos.


Sagital T1 sem contraste com alto sinal na projeção do seio sagital superior.

13 comentários:

  1. Eu tive essa doença e hoje estou em tratamento,e cada vez me interesso mais em saber sobre a trombose venosa cerebral.Legal esse blog.

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. oi gabriela meu pai está com essa doença, gostaria de saber mais sobre sua recuperação, precisou de cirurgia?

      Excluir
    2. Olá ;Gabriela. Minha irmã está com isto. Como está reagindo ao ratamento.?

      Excluir
  2. Ola, minha filha de 17 anos teve trombose do seio sagital e diagnosticou somente, 20 dias depois. Foi introduzido o anticoagulante assim que descobriu e depois de 15 dias de dor de cabeca ( sem febre)é que comecou a espassar a dor , assim tivemos condicoes de deslocar para a capital para descobrir o por que da dor de cabeca intensa, pois nos exames feitos na minha cidade-TC, RM do cranio e Angioressonanica arterial, o diagnostico dado era que estava normal, sendo que desde o primeiro exame, ja tinha condicoes de ver o problema.Hoje , ela nao tem dor de cabeca nenhuma, mas quando levanta, ela tem uma pressao intracraniana que ainda incomoda, mas de acordo com a medica isto e normal e vai passar.Fico preocupada, pois tem somente 13 dias que ela medica com anticoagulante MAREVAN e ainda tem esta pressao no cranio.Estamos pesquisando as causas e ate entao, os exames de sangue para pesquisa deram normal e ela tinha so 7 dias que estava tomando anticoncepcional, pois iria fazer uma viagem para a Disney e resolveu fazer isto. Gostaria de saber quais as condutas de tratamento para este tipo de trombose, tempo de tratamento, etc. Gostei do Blog e queria trocar mais informacoes, pois e de grande interesse meu.

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Ola, tenho 22 anos, tive fortes dores de cabeça a 15 dias e fui ao hospital, tive trombose do seio sagital, fiquei 11 dias internado (5 dias na UTI)e sai do hospital ontem. Fiz todos exames possiveis e ainda não foi descoberta a causa. Estou tomando marevan e terei que tomar por 6 meses, mas sinto fortes dores na cabeça ainda, o medico disse que é normal! Não tive nenhuma sequela, mas hoje ao levantar senti dormencia no meu braço, perna e rosto do lado esquerdo durante uns 10 minutos, passou e nao tive mais dormencia... Sabe me informar se isso é normal??
      meu email é thi8as@hotmail.com

      Excluir
  3. boa noite sinto muitas dor de cabeça já fiz tomografia e ñ deu nada,
    já fiz angeografia celebral e tbm ñ deu a médica que estou tratando acredita ser uma trambose mas aindo ñ sei o que é,pois perco a memoria as vez,sinto adormercer minhas mãos e a boca ja ñ sei o que fazer vou ter que aguardar abraço!

    ResponderExcluir
  4. Boa tarde, o meu pai teve uma trombose cerebral...foi feito uma angiografia. embolia e fistula...foi mandado para casa sem medicação, é normal? Continua com as mesmas dores de cabeça . Obrigado

    ResponderExcluir
  5. Bom dia, parabens pelo blog, meu nome é Fabio, tiv a TVC a exatamente15 dias, fikei 4 dias na uti, e mais 4 no quarto do hospital, no primeiro dia, forte eintensa na cabeça, visao ruim do lado direito, mt vomito, e o quadro foi piorando, hj estou em ksa somente com o medicamento anticoagulante, mais ainda sinto dores, é legal trocarmos ideia por aqui, ate pq ainda estou em acompanhamento medico, as vezes podemos nos ajudar, meu email. fabiofrancisco@oi.com.br, espero qtds se recuprem ps soh quem passou por isso sabe o tanto que sofre, abraços

    ResponderExcluir
  6. Olá a todos, tenho 32 anos e também tive TVC. Estive durante uma semana quase sem conseguir dormir, dor insuportável de cabeça do lado esquerdo, doía também o ouvido esquerdo e pescoço do lado esquerdo. fui a 3 médicos, diziam que era otite, sinusite, rinite e contratura muscular. Tomei antibioticos, água do mar no nariz, anti-inflamatório e não passava com nada. Comecei com dormência na cara e braço esquerdo, fui ao otorrino e continuou a dizer que era sinusite. Nessa noite entrei em convulsões e perdi a consciência. Ninguém sabia o que tinha, nem no hospital, tive a sorte de uma médica identificar que seria uma TVC, porque os outros medicos queriam mandar-me para casa... fizeram-me TAC e angiograma e confirmaram. Tive ainda assim muita sorte, foi a tempo. Fizeram um cateter através da virilha e desbloqueram algumas das veias que estavam entupidas no cerebro. Agora estou a tomar medicamentos para a epilepsia para evitar mais convulsoes e anticoagulante. Tive de inicio algumas sequelas como não conseguir escrever, trocar letras, falta de memória, confusão, desiquilibrio, mas aos poucos tenho recuperado e estou prticamente bem. Espero que o meu testemunho ajude outras pessoas que estejam na mesma situação. As melhoras para todos

    ResponderExcluir
  7. Bom dia...eu tenho 20 anos e tive TVC...comecei com dores de cabeça muito fortes,ia a pronto-socorros e falavam q era enxaqueca,então,eu voltava pra casa com dor de cabeça,cheguei a tomar morfina e não passava,passei 15 dias em casa com essa dor de cabeça,depois tive alteração visual no olho esquerdo e apresentei paralisia do lado esquerdo. A minha sorte foi um neuro amigo da família q decidiu avaliar meu caso,pediu uma tomografia e logo foi detectado a TVC,ele então me encaminhou para o internamento,passei 12 dias internadas fazendo uso de anticoagulante...durante este período no hospital tive uma dor de cabeça forte com vômitos,dai, foi feita uma punção para aliviar a pressão intracraniana.. No momento estou em casa fazendo tratamento com anticoagulante Xarelto e fazendo exames para descobrir a causa e assim definir o meu tempo de tratamento.

    ResponderExcluir
  8. Gostei muito do blog pois tras informações que estou precisando muito. Preciso saber mais sobre isso ainda nao sei se é trombose que meu filho tem, mas os médicos disseram que é um problema de veias esta tomando corticóide e um remedio para convulção está sofrendo muito muito muito.

    ResponderExcluir